ARCANJOS E BONS DEMÓNIOS - Reconciliação com uma guerra

“É um livro difícil de definir. Primeiro, porque esperei 25 anos para escrevê-lo com suficiente isenção e julgo que ainda manifesta demasiada paixão. Será literatura, na modesta medida em que, preocupadamente, foi trabalhado em português de lei. Será jornalismo, uma vez que todos os factos foram por mim vividos, testemunhados ou, numa ínfima parte, ouvidos em primeira mão aos protagonistas. Serão memórias de guerra, imparciais, respeitadoras do inimigo de ontem, bem humoradas umas, mais sérias outras, revelando alguns episódios classificados como secretos pelas autoridades da época. Ficaria muito orgulhoso se a Juventude o lesse como um livro de aventuras. Tem a vantagem de se poder começar em qualquer página, pois, apesar de um enquadramento comum, é uma colagem de narrativas soltas, como numa conversa. Literatura fotográfica? Talvez, porque começou por ser as legendas para alguns dos 2.000 dispositivos que trouxe da minha comissão em Angola. Depois, as legendas foram inchando, inchando, à medida que a alma ia pondo no papel o pouco que as fotografias não mostravam”


(Texto da contra-capa)

Informação Adicional

  • Autor: Daniel Gouveia
  • ISBN: 972-8310-19-6
  • Editor: Hugin Editores
  • Ano Edição: Novembro de 1996
  • Nº Páginas: 161
  • Dimensões: 15X22
  • Idioma: Português

voltar ao topo